Os produtos marinhos com a etiqueta azul MSC são verdadeiramente sustentáveis?

Sim. Podes confiar que os produtos do mar certificados com a etiqueta azul MSC foram capturados por pescarias responsáveis e de modo sustentável, assegurando oceanos saudáveis para o futuro. Esta garantia é fornecida por meio de um conjunto de requisitos e processos detalhados, acordados com uma vasta gama de organizações.

Padrões para a pesca sustentável baseados na ciência

Para os produtos serem vendidos com a etiqueta azul do MSC, estes têm de proceder de uma pescaria certificada pelo Padrão de Normas do MSC.

Este padrão foi desenvolvido em consultoria com uma ampla gama de especialistas, incluindo cientistas, a indústria pesqueira e grupos de conservação. É revisto a cada cinco anos para garantir que continua a refletir as melhores práticas internacionais na gestão marinha e na ciência.

A certificação requer que as pescarias garantam que:

  • Os stocks de peixe são sustentáveis - É deixado no mar peixe suficiente para se poder reproduzir
  • O ambiente marinho é preservado para que possa suportar vida indefinidamente
  • Uma boa gestão ocorre para que possa responder rapidamente a alterações que possam ocorrer

O MSC rastreia e monitoriza o impacto nos stocks de peixe, nas práticas pesqueiras e gestão da pesca.

A nossa análise mostra que as pescarias pescas certificadas estão a realizar melhorias na gestão da sua actividade.

““O MSC tem mostrado ao longo destes vinte anos que a sua abordagem pode contribuir significativamente para a conservação dos oceanos.”

John Tanzer, Pratice Leader, Oceanos, WWF Internacional.
Watch video

Um Mar Sustentável: O que é o Padrão de Pescarias do MSC e como garante a sustentabilidade dos oceanos?

10:15

Avaliação de terceiros

A avaliação com base nos padrões de norma do MSC é um processo científico rigoroso, cuja essência se baseia num processo de melhoria continuo. 

O MSC não avalia as pescarias. Este é o trabalho é realizado por terceiros, uma equipa independente composta por especialistas na gestão da pesca. Eles consultam todos os atores que tenham interesse na pescaria – desde retalhistas a orgãos do governo. Isto assegura que toda a informação é considerada e que as decisões são baseadas em evidências científicas. Todas as evidências e decisões são publicadas em fisheries.msc.org.

Uma vez certificadas, as pescarias passam por um processo de auditoria anual para garantir que estão a manter os níveis exigidos de sustentabilidade, atendendo às condições e certificação do MSC.

Uma cadeia de fornecimento rastreável, do oceano ao prato

Alimentos marinhos com a etiqueta azul do MSC podem ser rastreados por toda a cadeia de fornecimento, do oceano ao prato.
Ocean to plate graphic

Qualquer entidade que venda peixe e marisco certificados pelo MSC tem de seguir regras estritas para assegurar que estes são separados ao longo da sua viagem até ao teu prato. Nós levamos a cabo testes de ADN e verificações, sem aviso prévio, para assegurar que o sistema funciona.

Em 2016, os testes de ADN mostraram que 99.6% dos produtos do mar certificados pelo MSC estavam corretamente etiquetados. Isto pode ser comparado a uma análise global que sugere que, em média, 30% dos produtos marinhos estão incorretamente descritos e etiquetados.

“O que o Padrão de Cadeia de Custódia MSC faz é dar-te a certeza de que aquilo que pensas que estás a comprar é realmente o que estás a comprar.”

Judith Batchelar, Diretora da marca Sainsbury

“Saber de onde os alimentos vêm está-se a tornar cada vez mais importante para os consumidores. Sinto-me genuinamente encorajado ao ver os resultados do último estudo feito pelo MSC, que demonstram que a sua etiqueta não é somente importante para a sustentabilidade, mas também para o próprio rastreamento.”

Dr. Bryce Beukers-Steward, Cientista da Pesca Universidade de York, Reino Unido.

Não acredite apenas na nossa palavra

O MSC é o único programa internacional de certificação e rotulagem de peixe e marisco a ser reconhecido pela Global Sustainable Seafod Iniciative (GSSI), o que confirma que vamos ao encontro das linhas guia da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO).

O MSC é também membro do ISEAL, a Aliança Internacional de Acreditação e Rotulagem Social e Ambiental, o que requer que ocorra conformidade com os seus códigos de estabelecimento de padrões e monitorização de impactos.

  • '{{item.Image.Title}}', {{item.Image.Artist}}, {{item.Image.Description}}